Os 10% que o cliente paga ao garçom em bares e restaurante agora fazem parte da folha de pagamento do funcionário. A contribuição, no entanto, continua sendo opcional.

Entrou em vigor no sábado a “Lei  da Gorjeta”, que regulamenta a cobrança e distribuição do valor pago aos trabalhadores dos estabelecimentos.

Na prática, a gorjeta será considerada parte do salário do funcionário, e não apenas gratificação.

Na carteira

Com a entrada em vigor da nova lei, o empregador deve agora anotar na carteira de trabalho e no contracheque do funcionário o valor do salário contratual fixo, além do percentual recebido em gorjeta, que é calculado com base no valor médio registrado nos últimos 12 meses.


Fonte: Jornal Metro – Edição nº 1.503, ano 7.